OripeMachado

Tudo posso naquele que me guia

Textos

Quero voltar
Quero voltar.
Sei que é impossível, mas...
Quero voltar ao passado
Situação crítica financeiramente
Mas eu nada entendia de dinheiro e finanças
Apenas brincava e mamãe fazia deliciosos
Bolinhos de chuva, néctar dos deuses
Não sabia que era alimentação única
Que via ela chorando ao me ver comendo
Talvez preocupada por amanhã
Nada ter para oferecer
Também nunca a vi comendo
Será que era só para mim?
Nunca tive a decência de dividir com ela
Eu era o centro do universo
Minhas roupas eram velhas
Porém depois de passarem
Por suas mãos mágicas
Ficavam lindas lavadas e passadas
A ferro com esmero
Eu brilhava na missa de domingo
Vendo seu olhar de orgulho.
O tempo passou
Mudamos,
Nos abandonamos
Encontrei amigos e ela se enclausurou
Descobri novos horizontes
E ela?
Simplesmente foi abandonada
Quando a visitava raramente
Ficava a distancia
Parece que tinha vergonha de mim
Por estar velha
Por não brincar mais comigo
Por não a deixar se aproximar do fogão
Onde fazia os deliciosos bolinhos
Tarde demais soube que era
Nossa única refeição
Sabesse lá quantos dias não comeu
Para que eu comesse a vontade
Se arrependimento matasse
Queria voltar ao passado
Talvez retribuir mais
O carinho e sacrifício que
Ganhei
Hoje tenho dinheiro
Não muito, mas o suficiente
Para servir uma mesa cheia de guloseimas
A meus filhos e netos
Coisa que não tive no passado
Onde minha rainha
Em sua simplicidade
Me servia o manjar dos deuses.
OripêMachado(Veneno de Cobra)

Oripê Machado
Enviado por Oripê Machado em 04/08/2014


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras